19 de mai de 2015

Será?

|

Decide hoje, neste instante enquanto faço essa postagem que vou parar de reclamar das coisas que acontecem na minha vida.
Quer dizer, ela nem está tão ruim assim, eu tenho uma família que me compreende e me apoia nas minhas decisões, amigos que me divertem e que ao mesmo tempo ficam ao meu lado quando nada está bem, tenho cachorros e gatos que fazem a minha alegria a todo momento. Do que é que eu estava reclamando mesmo?
Esse é o problema das pessoas, nada nunca está de bom grado, sempre falta algo para completar a alegria, mas e se a alegria já estiver naquelas coisas que você possui e você ao menos se deu conta pelo simples fato de continuar desejando outras coisas e achando que nada nunca está bom?

Eu estava assim, quer dizer ainda estou vou passar pelo processo de transição no que diz respeito a minha vida, mas sabe aquele momento em que você se questiona sobre as suas escolhas?
Bom, eu estava nesse momento, Será que escolhi o curso certo? Será que eu realmente gosto da minha faculdade? Não seria melhor trancar o curso, ou mudar de curso?
Ainda não sei se escolhi o curso certo, final fisioterapia sempre foi a segunda opção, eu gosto mesmo é de bichos então veterinária sempre foi a primeira opção.
Com relação a faculdade, ela definitivamente sempre foi a minha primeira opção, passei três anos tentando entrar nessa faculdade, uma Federal, aquela faculdade que todo mundo no seu estado quer entrar e você está lá, conseguiu, não há o que questionar.

E então vem os outros questionamentos, será que eu sou bonita? Ou preciso mesmo emagrecer 10kg?ou até será que o meu cabelo fica melhor liso ou crespo?
Eu sempre fui uma negação no quesito beleza, sabe aquela menina desajeitada da sua escola? multiplique por dez e será eu.
Sempre fui zoada na escola por ser gordinha e baixinha ( a la Mônica), e por ter o cabelo crespo, eu já disse uma vez o quanto crianças são os seres mais cruéis de toda a humanidade, e continuo afirmando isso, experiência própria, ser zoada na infância te deixa um pouco insegura na adolescência, e como comigo tudo é um pouco tardio acho que estou começando a sair da adolescência somente agora, ou seja danos catastróficos foram feitos a minha auto estima.
Eu sempre me questionei, se os meninos que ficavam comigo realmente me achavam bonita, mesmo eles me dizendo isso várias e várias vezes.
__ Sim, você é bonita, eu te acho bonita.
Respondeu um deles o meu questionamento, acho que já era a terceira vez que eu perguntava isso a ele, só essa semana.
Nunca perguntei o que eu tinha de mais bonito a nenhum deles, medo da resposta talvez, mas perguntando a amigos a maioria me disse,seus lábios, seus olhos, e um claro se atreveu a dizer, seus seios.
E teve o mais especial que me disse. __ Você está me perguntando se eu te acho bonita e não o que eu acho mais bonita em você, sim eu te acho bonita, a beleza é o conjunto da obra e você é bonita por dentro e por fora, e não se atreva a deixar ninguém dizer o contrário.
Bom ganhei o meu dia depois dessa.

Então, é intrínseco do homem esses questionamentos, espero que um dia ache a resposta para eles ou quem sabe eu já as tenha.
Questionamentos fazem com que o mundo continuem a girar, movimenta as ambições aguça o querer sempre mais.
Não vou parar de me questionar, mas vou parar de achar que essas questões ou o fato de estar me questionando defina se estou feliz ou não.

Nenhum comentário:

Postar um comentário